RESGATANDO A COOPERAÇÃO INTERIOR*



Olga C. Amato Balian**

Observe atentamente o caminho que seu coração aponta e escolha esse caminho com todas as forças. (provérbio hassídico)

Quando olhamos a cultura de uma organização e percebemos a necessidade de mudar esta cultura, olhamos também para os seus valores e como estes tem influenciado o comportamento de seus colaboradores.

As empresas já sabem que é o ser humano que faz a diferença e que respeitar a diversidade de competências traz a sinergia e gera o crescimento e desenvolvimento em todos os níveis da Organização.

Mas como re-significar, resgatar os valores humanos, ou melhor, como vivenciar estes valores no dia a dia respeitando o ser humano e suas relações dentro e fora da empresa?

Como resgatar em cada um e nós o valor do respeito, da cooperação, da paz, da responsabilidade, da alegria de viver e de trabalhar entre outros? Como mudar a cultura e melhorar os relacionamentos entre as pessoas na organização?

Esta questão tem estado presente na jornada que iniciei há 12 anos, quando comecei a atuar como consultora organizacional, (pois a cada dia eu via crescer a distância entre o discurso/fala e a ação/comportamento) e só agora consigo achar a resposta:
Resgatar a cooperação interior, como uma nova atitude, fará a diferença.

Estar conectado com sua Cooperação Interior ao falar e ao agir com certeza é um dos caminhos.
Mas como? Nada mais simples e complicado ao mesmo tempo. O que é cooperação interior? Como falar? Como agir? Como achar a cooperação interior? Existe fórmula? Cadê o roteiro?

Infelizmente não tenho fórmula ou roteiro ou livro para indicar.
Posso compartilhar os instrumentos que utilizei na minha jornada e os insights que se tornaram palavras chaves conscientes para meu novo SER mais consciente.

Numa vivência do Jogo da Transformação em 1992 recebi uma mensagem que calou como um grande obstáculo para meu crescimento: Temo abrir meu coração e perder o contato com a minha mente. Precisava fazer algo e de repente comecei a ouvir minha Intuição.

Deixei-a falar e permiti que a sincronicidade se manifestasse ... segui minha intuição várias vezes e me surpreendi .... duvidei dela e cai outras tantas .... ouvi novamente até que ganhei a confiança interna e necessária para deixar minha mente se aquietar.

Num segundo momento descobri o Caminho do Servir ou Caminho do Líder Servidor (*), mas do servir autêntico, "o servir com o coração” permitindo que o outro escolha: o jeito de fazer, como fazer (respeitando a singularidade e a diversidade de competências / habilidades de cada um) e abrindo mão de qualquer forma de controle.
(*) conceito apresentado no livro Sincronicidade de Joseph Jawarski

Mesmo assim, de vez em quando a Mente novamente queria o comando e o agir a partir do coração foi a etapa mais difícil de resgatar... mas devagar construí a ponte Mente-Coração (ou será Coração-Mente?) que trouxe para meu o dia a dia sabedoria de ir de um lado para o outro ... integrando fala-acão, comportamento-discurso tanto na jornada pessoal como profissional.

A consciência do coração faz a diferença. Como? Simples, siga a orientação: Dedico-me de coração, quando exercito a Cooperação. Pratique a cooperação com você e com o outro. Traga o caminho do coração para sua vida, para a empresa, para sua equipe e use com seu chefe e com seus pares.

Uma nova atitude, agir com a Cooperação Interior, integrando agora a nova ponte da Ação-Coração (ou Coração- Ação).

Dedico-me de coração, (servindo, lembra?) quando exercito a Cooperação (ação a partir do coração).

Continuo me surpreendendo com a força de instrumentos como os Jogos Cooperativos, as Danças Circulares, o Jogo da Transformação entre outros, que permitem o despertar de uma nova consciência no ser humano, pois estes instrumentos tem em comum "a busca constante de um direcionamento dentro de você, seguindo sua verdade interior” e praticando o que eu chamo de Cooperação Interior.

Ganhar a maestria de buscar dentro de si as respostas, permite expressar quem somos e construir os valores humanos que acreditamos para viver construindo o crescimento das organizações e a evolução do ser humano.
Boa sorte!

_______________________
(*) Artigo publicado na revista Cooperação.
(**) sócia-diretora da Taygeta Editora & Consultoria, Coach e consultora credenciada do Frameworks For Change pela Innerlinks/USA – versão Coaching e versão Program